Oficina de Confecção de Tambores Nativos em CG-MS, Brasil, Sábado, 14. Abril 2018

​Oficina de Confecção de Tambores Nativos e Roda de Cura em Campo Grande -MS com Rodrigo Ecosss.


O som do coração


A muito tempo o ser humano se utiliza da medicina dos sons, (sejam eles os sons da natureza ou melodias ritmadas por instrumentos, de acordo com cada cultura e região), para os mais diversos fins, desde celebrações, a jornadas espirituais e rituais de cura.
Além disso, a cada dia que passa **** mais claro como os sons e a música influenciam as nossas vidas, os valores que cultivamos, as emoções que alimentamos e a fé que praticamos, ela pode trazer nosso equilíbrio ou gerar doenças, ela é a comunicação do corpo com a alma, com a essência!


Nesta oficina cada participante aprendera a ritualística e todo processo que envolve a confecção do tambor, assim como confeccionará o seu próprio tambor, (que será do modelo Lakota, aberto ou Cheroke, fechado com pele dos dois lados, juntamente com seu bastão).


Durante a confecção dos tambores cada participante estará rezando seu intento e fazendo uma jornada pela sua história pessoal, caminhando pela roda de cura e podendo identificar aspectos desconhecidos de si próprio, bloqueios que podem ter surgido em algum momento do passado e ainda refletem nos dias de hoje. Também identificamos em qual momento da roda vida estamos, seus ciclos e como podemos tirar um maior aproveitamento deste momento.
Observamos também a maneira que nos relacionamos com os outros e com a vida.
É uma jornada de auto conhecimento muito enriquecedor que possibilita ao participante a oportunidade de se tornar mais consciente de seu atual momento presente dentro da roda da vida e das oportunidades que a mesma lhe oferece a todo instante.

Apos a confecção dos tambores, falaremos sobre toques, chacras, vibrações, energia, responsabilidade e cuidados.

A oficina será ministrada por Rodrigo Ecosss, artivista visionário de múltiplas expressões, (poeta, escritor, tatuador, artesão de instrumentos ritualisticos, arte terapeuta, terapeuta sonoro...) Um eterno aprendiz e praticante do caminho que se nutre e se inspira nas tradições Nativas e no Taoismo, utilizando desses saberes para promover uma vida mais consciente e harmônica.
Nesta vivencia sonora abordaremos alguns assuntos a respeito do caminho, frequências sonoras, vibração, intenção, cura e depois seremos conduzidos por alguns sons, toques de tambores, tigelas de cristal, didgeridoos, hang drum entre outros, vamos fazer uma jornada de limpeza energética, alinhamento de chacras e viajar pelo universo sonoro observando tudo que nossa percepção e sentidos captam no decorrer da jornada... sensações, respiração, pensamentos, pulsação, sentimentos e tudo mais que nos vier à consciência.
Viajaremos dentro da roda de cura, orientados pelas 4 direções e pelos 3 mundos e todo universo que envolve estas 7 flechas. Além disso, teremos a oportunidade de nos conhecermos um pouquinho mais, de acordo com o que cada flecha ira nos apontar.
Sempre abertos para as possibilidades que o momento presente nos apresentar. Duração em média 1h:30min.

A Mãe Terra nos convida a ouvir nossos corações e ao som do tambor dançar nossas próprias canções!

O Tambor
Dar vida ao seu próprio tambor é mergulhar dentro de si,
Observar os ciclos sagrados da Mãe Terra
Sintonizar seu ciclo interno ao momento presente,
Caminhar sua história descobrindo bloqueios e/ou habilidades desconhecidas,
E absorver os ensinamentos que o tambor nos conta,
Enquanto ele é confeccionado, enquanto ele é rezado.

O tambor nos devolve nosso ritmo pessoal,
Nos permite resgatar a nossa essência e trazê-la a tona em harmonia com o todo
E sempre que ele canta, ele ecoa o nosso rezo e nos conta nossa história,
Portanto, fazer o próprio tambor é muito mais que fazer apenas um tambor,
É dar vida a um instrumento de cura e permitir que seu espírito esteja presente em nossas vidas com a sua medicina.

O tambor tem o espírito de uma árvore, a madeira do seu aro,
Tem o espírito de um animal, o couro de seu tampo,
Tem o espírito do seu rezo, seu intento,
Portanto o tambor é um Totem.

Por isso, fazer o próprio tambor é um ato sagrado,
Por isso é um compromisso honrar estes espíritos,
E a medicina presente neste Totem!

Ecosss

Aho Metakiase!
O tambor de cura existe há pelo menos 40 mil anos em diversas culturas. o tambor é associado ao sul, ao arquétipo do curador, ao elemento terra e às criaturas de quatro patas.
o som do tambor conduz ...à celebração e dança e também ao êxtase, resgata o equilíbrio, permite a visão. o tambor é o coração da mãe terra, é o cavalo que nos leva em jornadas sejam interiores ou para mundos distantes.
aho!

Algumas informações sobre os modelos e suas diferenças:

Lakota - tem pele só de um lado e atraz onde é segurado ele cria uma estrela que representa as 4 direções, ele é mais pratico para se usar em terapias onde o paciente esteja deitado, tem um som mais longo e tende a ser mais agudo, por receber a umidade do ar pelos dois lados da pele, tende a sofrer mais alterações de afinação com a variação do clima.
Cherokee - tem pele dos dois lados e é segurado por cima por uma alça, o que dificulta atendimentos com pacientes deitados, tem um som um pouco mais encorpado e um pouco mais curto que o Lakota, tende a ser mais grave e por ter pele dos dois lados, sofre menos variação de afinação devido as mudanças de clima.
Todo instrumento de couro tem sua afinação alterada devido ao clima, pois a pele absorve toda umidade do ar, então para se ter um instrumento bom é importante cuidar dele bem, aconselhamos sempre a fazerem uma capa, ou ter um manto para cobri-lo, assim prevenimos ele de ficar esticando e afrouxando de acordo com os dias de sol ou chuva.
Com relação a som grave ou agudo, embora alguns modelos e medidas tenham determinadas características desse tipo, a espessura da pele também influenciam nisso, porem tambores maiores tendem a ser mais graves e com maior prolongação sonora.
Digo sempre que por se tratar de um instrumento que nos re-conecta ao coração, é melhor deixar o coração escolher qual será o mais apropriado para cada um de nós, pois a mente, vai sempre comparar e procurar o que achar ser o certo, enquanto o coração não busca o certo, mas sim o que precisamos.
Linda Vida e aguardo vocês para esta partilha, que é muito mais que confeccionar o seu próprio tambor, mas sim poder se reconhecer diante do aqui e agora e saber em que momento se esta vivendo dentro da Roda da vida e no final das contas o tambor vem de brinde!


Oficina de confecção de Tambores Nativos Investimento: Tambor Lakota R$ 680,00 (pele de um lado)
Tambor Cheroke
R$ 730,00 (pele dos dois lados)

Forma de pagamento: 50% no ato da inscrição que deve ser feita até 15 dias antes do evento para compra do material e o restante no dia. (***VAGAS LIMITADAS***)
Dia: 10/11
Horário: 18h30 Roda de Cura com meditação dos sons
Dia: 11/11
Horário: das 9h às 18h - Oficina de confecção de Tambor Nativo

Este valor engloba a Roda de Cura e a Oficina. (Todo material incluso). **** Caso tenha interesse apenas na Roda de cura, o investimento é de 80,00 reais.
Realização: GayatriSpa/I’Memby

Infos e inscrições: institutogayatrispa@gmail.com
67 98424-1441 (Louise)
67 98424-1331 (Taís)

Oficina de Confecção de Tambores Nativos em CG-MS

Encontrar mais eventos em torno de você
Obter recomendações de eventos com base em seu gosto Facebook. Obtê-lo agora!Mostre-me os eventos adequados para meAgora não