06/08 - TERÇA OPEN: MUNTCHAKO NO MUNDO PENSANTE, Mundo Pensante, Terça, 06. Agosto 2019

Balance a pélvis, mexa o quadril, a anca, o cóccix e o seu sacro! Sue a virilha! Sue não, encharque a virilha! Você está em um show do Muntchako, e toda malemolência que seu nome carrega, é traduzida no palco, e uma grande pista de dança se forma, em esguichos de prazer coletivo sensorial.O grupo faz dos ritmos pontes que nos transportam para ambientes inimagináveis. Caminha pela América Latina caliente, pela África mântrica, pela hipnose moura cigana, pela Jamaica enfumaçada e pelos bueiros suados da Amazônia equatorial. Cada passo dessa caminhada é pontuado pelos algoritmos universais da pista: beats eletrônicos, synths e guitarras misturam-se aos instrumentos e tambores orgânicos. O resultado é uma música instrumental, sem letras mas com muitos sotaques. Sem nomenclatura e principalmente, sem fronteiras.
Os três elementos que formam o Muntchako - Samuel, Barata e Macaxeira - são ninjas da arte dançante e do peso. Das pistas de dança globais, vem a pesquisa pelas batidas inusitadas do baterista Rodrigo Barata, que também é DJ da crew/festa Criolina e pesquisador de antiguidades e modernidades. Das experimentações que casam a percussão ancestral com os samples, surge a performance punk de Macaxeira Acioli, que passou por bandas como a norte-americana dos badboys do jazz Hypnotic Brass Ensemble (USA) e a paraibana Cabruêra . Da música jamaicana, rap e dos riffs de guitarra do funk vem o know how do multi-instrumentista e produtor musical Samuel Mota, que compôs a banda Jah Live e tocou e atuou como produtor musical com poeta do rap GOG.Os sons e as estéticas terceiro-mundistas são traduzidas em seu próprio estilo.Com os pés num Brasil imenso, plural e diverso e com as antenas curiosas que captam as tendências urbanas do mundo, o Muntchako é filho da complexidade sonora e política e viva da américa latina.Em 2014, dentro do Zarabatana Records (estúdio de Samuel Mota), que o Muntchako surgiu e gravou seu álbum de estréia O homônimo Muntchako (2017), com produção de Curumin, mente criativa e indispensável para a música brasileira contemporânea. A arte da capa foi assinada pelo renomado quadrinista e ilustrador Shiko. De lá para cá, o ménage à trois musical que é o show já incendiou palcos pela Colômbia, Alemanha, Inglaterra e Holanda e contabiliza dezenas de passagens pelos principais festivais e casas de shows pelas cinco regiões do Brasil. A fácil logística do trio permite viajar no formato mais conciso possível, sem perder a qualidade do espetáculo incendiário que o Muntchako propõe.Mas, afinal, o que é Muntchako? Etimologicamente falando, é a ressignificação da palavra Nunchaku, de origem Filipina, que era um objeto utilizado para catar arroz e depois se transformou numa arma de artes marciais na China e ideia do movimento, do giro que o objeto faz, tem muito do que acreditamos, apontam. Aí foi um pulo para latinizar a palavra pensando nas muchachas e muchachos que bailam pelos salões calientes mundo afora. É um tsunami cultural no coração do Hemisfério Sul que vem para tacar fogo na pista de dança.

>>> Antes disso, às 21h, tem a programação da Terça + Cedo!
--• Abertura da casa: 23h
• Entrada: R$0,00 _ até as 00h.R$20,00 _ após 00h.
• Ingressos antecipados:
.::Proibida a entrada de menores de 18 anos ::.
..:: Aceitamos dinheiro e cartões de débito e crédito :..
*No dia do evento é necessário apresentar RG na porta.**Casa sujeita a lotação.
--Mundo PensanteRua Treze de Maio, 830 - Bela Vista - São Paulo - SPTel:.

06/08 - TERÇA OPEN: MUNTCHAKO NO MUNDO PENSANTE

Encontrar mais eventos em torno de você
Obter recomendações de eventos com base em seu gosto Facebook. Obtê-lo agora!Mostre-me os eventos adequados para meAgora não